Skip to content
dezembro 16, 2009 - 11:05 AM / Rafael G.

Google permite que mídia limite conteúdo gratuito por dia.

A mudança permitirá que as empresas de mídia estabeleçam um limite de textos gratuitos a cinco por dia.

O Google informou que decidiu permitir que as empresas de mídia estabeleçam um limite diário de notícias que os leitores podem ver de graça através do gigante de buscas pela internet. A mudança permitirá que as empresas limitem os textos gratuitos a cinco por dia. Ela foi tomada após executivos do setor de notícias ampliarem sua luta contra o Google, que na opinião deles lucrava com anúncios às custas de seu conteúdo grátis.

Entre os críticos está o executivo Rupert Murdoch, chairman da News Corp. Que reclamou dos sites que reúnem várias notícias de diferentes sites, como o Google News. Esse tipo de site, segundo os críticos, consegue lucros com anúncios, aproveitando-se disso sem pagar qualquer compensação às organizações de mídia que geram o conteúdo.

Murdoch falou ontem durante um workshop da Comissão de Comércio Federal dos Estados Unidos sobre o futuro do jornalismo na era da internet. Ele já ameaçou impedir que o Google exiba os textos de suas empresas e manteve negociações com a Microsoft sobre a possibilidade de dar ao serviço dessa empresa, o Bing, acesso exclusivo à parte de todo o conteúdo da companhia dele.

A News Corp. publica o Wall Street Journal. O Journal já impõe taxas de assinatura para parte de seu conteúdo online. O Google e outras empresas da web argumentam que ajudam as organizações de mídia, ao enviar usuários a seus sites. A empresa várias vezes notou que as empresas têm liberdade para bloquear o Google de indexar seus sites e mostrar seu conteúdo.

O programa “primeiro clique grátis” do Google permite que o usuário do Google News ou da busca do Google encontre e leia artigos, mesmo os que estão restritos a assinantes. O primeiro clique do usuário é livre, mas quando ele busca outros conteúdos do site a empresa publicadora pode exibir um pedido de taxa.

Os leitores, porém, descobriram que podem continuar a ler textos restritos a assinantes sem limite, contanto que continuem usando o Google. As mudanças, que o Google anunciou em um texto em seu blog, agora deixam as empresas de mídia limitarem que os usuários não acessem mais de cinco notícias por dia sem se registrar ou pagar por isso. As informações são da “Dow Jones”.

Fonte: Abril.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: